O termo Art Déco se origina na contração do nome da Exposição que, em Paris, 1925 marcou o auge do estilo – Exposition des Arts Décoratifs et Industriels Modernes (Exposição das Artes Decorativas e Industriais Modernas). Tal denominação é recente, no inicio do século XX era “Estilo Moderno”.

Abrange todos os domínios da criação humana, aproximadamente entre 1915 e 1945. Arquitetura, decoração, moda, arte, desenho industrial, cinema, artes gráficas, publicidade, mobiliário.

As principais características são as linhas geométricas, privilegiando a aerodinâmica, e inspiradas por diversas culturas antigas, como a Grécia, o Egito, entre outras, e no caso brasileiro a Cultura Marajoara (400-1400).

Edifícios, esculturas, jóias, luminárias e móveis são geometrizados. Sem abrir mão do requinte, os objetos têm decoração moderna, mesmo quando feitos com bases simples, como concreto (betão) armado e compensado de madeira, ganham ornamentos de bronze, mármore, prata, marfim e outros materiais nobres. Diferentemente da Art Nouveau, mais rebuscada, a Arte Déco tem mais simplicidade de estilo.

Postado por: Emanuela Tassoniero